• http://www.aveiro.com.pt

Diretório de Empresas


Publicite Aqui

Visitas

HojeHoje386
Esta SemanaEsta Semana727
Este MêsEste Mês4399
TOTALTOTAL747450
Statistik created: 2018-06-19T18:05:08+00:00
Rádio TerraNova
Notícias
  • Murtosa: Festival "Sabores da Ria" anima Cais da Ribeirinha de Pardelhas.
    Ter, 19/06/2018 - 18:10

    A Confraria Gastronómica "O Moliceiro" organiza o IV Festival Gastronómico "Sabores da Ria".

    O Cais da Ribeira de Pardelhas, na Murtosa, recebe no fim-de-semana de 30 de Junho e 1 de Julho, recebe o evento organizado em parceria com a autarquia.

    O festival tem a pretensão de divulgar o enorme potencial gastronómico de um conjunto de espécies da Ria de Aveiro, como o choco, os bivalves ou o robalo, que normalmente não tem a projeção das especialidades mais conhecidas, como a enguia, a lampreia e o sável.

    O evento decorrerá nas instalações da Associação na Ribeira de Pardelhas - Murtosa. Para além da degustação, os visitantes poderão conhecer a riqueza patrimonial e paisagística da Murtosa, nas visitas guiadas em bicicleta pelos canais da Murtosa.

     

     

    Categoria: 



  • Albergaria: PCP preocupado com falta de meios na USF D. Tereza.
    Ter, 19/06/2018 - 17:46

    O PCP lança a campanha “Mais Investimento, mais profissionais para o Serviço Nacional de Saúde”. Uma delegação de Albergaria-a-Velha do PCP visitou o USF D. Tereza onde se reuniu com a Coordenadora desta unidade, Helena Melo.

    A USF D. Tereza regista falta de pessoal médico e administrativo. Neste momento tem 3 médicos e 3 administrativos mas o PCP diz que “para funcionar bem deveria ter 6 médicos e 6 administrativos”. Situação que tende a agravar-se pois um dos médicos pediu a reforma há um ano.

    “As instalações estão degradadas, com o aquecimento avariado, paredes danificadas e a cobertura deixa entrar a água da chuva, até nos gabinetes onde decorrem as consultas”.

    “Tem apenas autonomia administrativa como por exemplo mudar horários, mudar as férias do pessoal, mas quando há um problema, avaria, têm de enviar 3 orçamentos para Aveiro e só depois as coisas são arranjadas, isto, se forem autorizadas. Não existem contratos de manutenção, limpeza de espaços verdes, de equipamentos, etc”, refere nota do PCP.

     

    Tópicos: 

    Categoria: 



  • São Jacinto aposta na promoção internacional nos desportos náuticos.
    Ter, 19/06/2018 - 17:12

    A praia de São Jacinto recebeu a visita de uma delegação de jornalistas especializados nos desportos náuticos e quer promover o CAR Surf para atrair visitantes estrangeiros.

    O hastear de bandeira azul em São Jacinto foi o momento aproveitado para visitar a obra do novo Estradão que tem uma vedação a delimitar a área militar de operação do RI 10 da área de uso público.

    Com o acesso ao Molhe Norte da Barra de Aveiro completa-se mais um investimento público a par da recuperação do apoio de praia. Ribau Esteves espera que o investimento privado ajude a reforçar a aposta no turismo (com áudio)

    Pelo décimo terceiro ano consecutivo a Praia de São Jacinto, no Município de Aveiro, foi novamente galardoada com a atribuição da Bandeira Azul, galardão que simboliza a qualidade ambiental e urbana.

    O presidente da Junta, António Aguiar, admite que com a Reserva Natural e a presença ativa de escuteiros se vai dando mais atratividade e mais vida ao local (com áudio)

     

    Categoria: 



  • Espaço Placard apresenta-se em Aveiro.
    Ter, 19/06/2018 - 16:35

    O espaço “Placard.pt Bancada” instala-se em Aveiro, esta quarta, no dia dedicado ao segundo jogo da seleção nacional no Mundial 2018 e quer afirmar a sua vocação de espaço de jogos com o compromisso pelas causas sociais.

    A praça transmite o jogo entre Portugal e Marrocos, às 13h00, e entre as 10h00 e as 17h00 será possível acompanhar outras atividades.

    Placard.pt acompanha jogos do Mundial de Futebol em 8 cidades. A iniciativa vai percorrer Portugal de Norte a Sul, passando por Chaves, Braga, Viseu, Coimbra, Aveiro, Figueira da Foz, Setúbal e Algarve.

    A iniciativa é da SAS Apostas Sociais, Jogos e Apostas Online que se tornou na mais recente operadora de Apostas Desportivas à Cota Online no mercado regulado português.

    A oferta de serviços de jogo encontra-se disponível em www.placard.pt e permite aos utilizadores apostarem em 22 modalidades desportivas. Para além das mais procuradas, como futebol, ténis e basquetebol, estão ainda disponíveis muitas outras, nomeadamente andebol, futsal, desportos motorizados e de inverno.

    A SAS APOSTAS SOCIAIS tem como acionistas cinco entidades com marcados valores sociais e que desenvolvem um importante papel na sociedade portuguesa – a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, a União das Misericórdias Portuguesas, a Fundação Montepio Geral, a Cáritas Portuguesa e a ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal.

    “A SAS APOSTAS SOCIAIS obteve a licença do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos do Instituto de Turismo de Portugal, IP para explorar as Apostas Desportivas à Cota Online assumindo, de acordo com a natureza da sua estrutura acionista, uma preocupação social e de jogo responsável, sem perder a dimensão lúdica e profissional que se espera de uma plataforma digital de apostas desportivas”, refere a plataforma.

     

    Tópicos: 

    Categoria: 



  • Vista Alegre: Programa da Festa em Honra de Nossa Senhora da Penha de França arranca a 29 de Junho.
    Ter, 19/06/2018 - 16:13

    O Bairro da Vista Alegre, em Ílhavo, vai estar em festa de 29 de Junho a 2 de Julho.

    A fábrica de porcelana assinala o 194º aniversário da sua fundação e a efeméride volta a ser celebrada no âmbito das festas seculares em honra da padroeira da Vista Alegre, Nossa Senhora de Penha de França, com um programa iniciativas culturais e de lazer gratuitas.

    Haverá jogos tradicionais, concertos, teatro, oficinas, gastronomia regional, e descontos em oportunidades nas lojas Vista Alegre em Ílhavo.

    As Festas em honra de Nossa Senhora da Penha de França são uma tradição com mais de 300 anos de história, que remonta à construção da Capela de Nossa Senhora da Penha de França, monumento nacional desde 1910, mandada erigir entre 1693 e 1699 pelo Bispo D. Manuel de Moura Manoel como pagamento de uma promessa.

    Incluída em 2015 no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, as Festas da Vista Alegre em honra da sua padroeira são uma festa popular e religiosa com missa e a procissão pelas ruas do bairro operário da fábrica de porcelana em Ílhavo, mas, também, uma panóplia de atividades associadas à comunidade operária da fábrica centenária de porcelanas e às suas vivências culturais e lúdicas.

    As festividades arrancam na sexta-feira, 29 de junho, pelas 18h, com a oração do terço em honra de Nossa Senhora da Penha de França, na Capela Vista Alegre, seguida de uma arruada pelas ruas do bairro operário da fábrica, em Ílhavo.

    No mesmo dia, pelas 22h, o Grupo de Teatro Ribalta, companhia residente do renovado Teatro Vista Alegre, irá apresentar a peça “Aqui há Fantasmas”.

    A festa volta no sábado, 30 de Junho, com o hastear solene da bandeira da Vista Alegre no Terreiro da fábrica, pelas 10h00.

    Para os mais novos, a Vista Alegre instalou insufláveis e preparou jogos tradicionais, que irão decorrer das 10h30 às 18h30 no Jardim da Creche da Vista Alegre.

    Há ainda o tradicional comboio turístico, que irá percorrer o Bairro Industrial da Fábrica da Vista Alegre da parte da tarde, e a peça de Teatro “O Principezinho”, pelas 16h00.

    Os “graúdos” podem deleitar-se com a oferta de gastronomia regional, instalada no Terreiro da Vista Alegre, e com os descontos até 30 por cento nas lojas de fábrica da marca, rifas e um espaço de oportunidades.

    A animação musical de sábado vai estar entregue à fadista Maria Emília, num concerto ao ar livre no Terreiro da Vista Alegre que se iniciará pelas 22h.

    No domingo concentram-se as festividades religiosas, que se iniciam pelas 12h30, com uma missa celebrada na Capela de Nossa Senhora da Penha de França.

    Ao fim da tarde, pelas 17h, inicia-se a procissão da imagem da padroeira da Vista Alegre, que irá percorrer as ruas da Fábrica e do Bairro Social, acompanhada pela Banda dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo. A banda Tributus - que passará em revista clássicos dos Pink Floyd, Supertramp e Queen – encerra o segundo dia das festividades.

    O Museu Vista Alegre, que reúne dois séculos de história da porcelana portuguesa e integra a oficina de pintura manual da Vista Alegre, vai estar de portas abertas das 10h às 20h, durante os quatro dias da Festa.

    As duas exposições temporárias dedicadas à ilustração, são de entrada livre, e o serviço educativo do Museu preparou também oficinas de pintura, decoração e modelação em porcelana para toda a família (mediante inscrição).

     

    Categoria: 



  • Gafanha da Nazaré: Faleceu antiga professora do ensino primário Rosália Paiva.
    Ter, 19/06/2018 - 15:54

    Rosália Paiva, antiga professora na escola da Cambeia, faleceu ontem no hospital de Portimão com uma infeção pulmonar.

    Trata-se de uma professora com ligações à Gafanha da Nazaré pela carreira ligada ao ensino e com reconhecimento na comunidade escolar.

    A cerimónia fúnebre será simples, sendo o seu corpo cremado em Elvas, esta quarta, às 12h30, e haverá uma homenagem reservada à família.

     

     

     

    Categoria: 



  • Albergaria: Município recebe inscrições para voluntários em escavações.
    Ter, 19/06/2018 - 14:37

    O Município de Albergaria-a-Velha e o Centro de Arqueologia de Arouca estão a aceitar voluntários para as escavações arqueológicas no Monte de São Julião, que vão ser retomadas entre 6 e 31 de agosto. As pessoas interessadas em participar no projeto podem fazer a sua inscrição até ao dia 6 de julho.

    Este é o quinto ano consecutivo em que se desenvolvem trabalhos no sítio arqueológico localizado na freguesia da Branca.

    As escavações anteriores já permitiram identificar importantes vestígios da ocupação do local há cerca de três mil anos, designadamente restos das estruturas em pedra e terra que delimitavam o povoado, assim como um monumento megalítico e fragmentos de louça e outros objetos utilizados à época. Salienta-se que o Município de Albergaria-a-Velha adquiriu recentemente o terreno onde se desenvolvem as escavações, numa área de 10 410 metros quadrados.

    Os voluntários, com uma idade mínima de 16 anos, vão ser acompanhados por arqueólogos do Centro de Arqueologia de Arouca. É um trabalho especializado, como é próprio de uma atividade científica, mas que qualquer um, com o devido enquadramento e apoio técnico de um especialista, pode desempenhar. O esforço físico requerido é variável, mas perfeitamente tolerado por jovens ou menos jovens, sendo as atividades diversificadas, feitas em equipa e exercidas ao ar livre.

    A Câmara Municipal disponibiliza o transporte entre o centro da cidade e o local das escavações, oferece o almoço, seguro de voluntários e um diploma de participação. O horário dos trabalhos decorre entre as 9h00 e as 17h00, com intervalo para almoço, sendo o período mínimo de participação de duas semanas.

    As pessoas interessadas em participar nas escavações arqueológicas em São Julião podem fazer a sua inscrição na Câmara Municipal ou no Centro de Arqueologia de Arouca. No primeiro caso podem utilizar o endereço de correio eletrónico blv@cm-albergaria.pt. O contacto do Centro de Arqueologia de Arouca é caa.proba@gmail.com.

     

    Tópicos: 

    Categoria: 



  • Turismo do Centro lança guia das termas.
    Ter, 19/06/2018 - 13:30

    As Termas Centro, em parceria com a Turismo Centro de Portugal, lançaram o “Guia Termas Centro de Portugal”, um compêndio de informação essencial sobre as estâncias termais da região centro e a sua envolvência.

    A partir de agora fica mais fácil usufruir das estâncias termais do Centro de Portugal como uma experiência holística, que alia os benefícios das águas termais para o corpo e mente à riqueza dos ambientes onde as termas se situam, com um vasto partimónio cultural e gastronómico.

    Para Guida Mendes, coordenadora das Termas Centro, “cada estância termal é única e sentimos a necessidade de elevar o melhor de cada uma, sem esquecer o ambiente que as rodeia. Pretendemos captar o interesse de clientes que não ainda não tenham experienciado termas mas é também nosso objetivo que este Guia incentive clientes que já tenham contactado com termas a visitar outras estâncias da região.” Guida Mendes refere ainda que “as potencialidades da região Centro de Portugal são imensas e a cooperação com a Turismo Centro de Portugal foi fulcral para apresentarmos sugestões diferenciadoras, que certamente irão enriquecer as viagens dos leitores”.

    O Guia Termas Centro de Portugal revela as características da água de cada estância termal, as indicações terapêuticas e os tratamentos de termalismo clássico e serviços de bem-estar disponíveis. Esta informação é complementada por sugestões de o que fazer por perto, onde dormir e onde comer.

    Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, destaca a importância das estâncias termais na região: "Mais de metade das termas nacionais localizam-se no Centro de Portugal. Felizmente, nos últimos anos assistiu-se à valorização e requalificação da oferta a este nível, que é hoje de altíssima qualidade, o que em muito ajuda a afirmar este produto".

    "As termas são um dos produtos turísticos distintivos desta região, sendo fundamental no segmento do turismo de saúde e bem-estar, cada vez mais procurado pelos visitantes. Esta Guia é um instrumento extremamente útil e apelativo para que cada vez mais pessoas descubram as Termas do Centro", acrescentou.

    Este ano as Termas Centro já lançaram um website que também reúne informação útil sobre cada uma das estâncias (http://www.termascentro.pt/ ). Em breve, ficará disponível uma aplicação Termas Centro onde os clientes são convidados a aprender sobre as termas e a sua envolvência através de jogos, assim como a plataforma de e-commerce.

     

    Tópicos: 

    Categoria: 



  • Departamento de Física da UA estuda Impulsos Rápidos de Rádio com origem nas maiores explosões luminosas do espaço profundo.
    Ter, 19/06/2018 - 11:59

    Sinais de rádio emitidos do espaço poderão não ser de extraterrestres.

    São conhecidos entre os astrónomos por Impulsos Rápidos de Rádio. Com origem nas maiores explosões luminosas do espaço profundo e detetados na Terra sob a forma de curtíssimos sinais de rádio, da natureza dos impulsos se tem dito de tudo um pouco, desde que são emitidos por seres alienígenas até que são gerados por estrelas de neutrões.

    Mas o mistério poderá estar desfeito. João Rosa, físico da Universidade de Aveiro, aponta que, afinal, os sinais poderão ser gerados pela própria matéria escura sob a forma de axiões e buracos negros tão antigos como o próprio Universo.

    Publicado este mês na prestigiada Physical Review Letters com honras de "Editors' Suggestion", uma distinção atribuída a cerca de um em cada seis artigos divulgados nesta revista, o trabalho do investigador do Departamento de Física e do Centro de Investigação e Desenvolvimento em Matemática e Aplicações da UA aponta uma possível nova solução para um mistério que dura desde 2007, ano em que o primeiro daqueles sinais de rádio foi detetado.

    Desse ano para cá, foram registados mais trinta explosões seguidas de outros tantos sinais de rádio, muitos deles emitidos há mais de mil milhões de anos antes em galáxias situadas a várias centenas de milhões de anos-luz da Terra.

    “Cerca de trinta explosões deste género [estes Impulsos Rápidos de Rádio são conhecidos na comunidade científica internacional como Fast Radio Bursts (FRB)] foram observadas por telescópios na última década e, apesar das muitas teorias propostas para as explicar, a sua origem permanecia desconhecida”, descreve João Rosa cujo trabalho agora publicado foi feito em colaboração com o investigador americano Thomas Kephart, da Universidade Vanderbilt (EUA).

     

    Explosão de mil milhões de sois

    A explicação para o fenómeno dos FRB acabou por acontecer por acaso. João Rosa procurava mostrar que, ao contrário do postulado até hoje pela comunidade científica internacional, a instabilidade dos buracos negros em rotação leva à emissão de radiação electromagnética.

    Mais, que essa instabilidade, que dá origem a uma nuvem de axiões numa curiosa forma de donut à volta do buraco negro, não só emite radiação como esta é das maiores de que há registo no Universo. “É uma explosão de radiação eletromagnética equivalente à de mil milhões de sóis”, desvenda João Rosa.

    De facto, aponta João Rosa, “a combinação de dois dos mais populares candidatos a explicar a misteriosa matéria escura que permeia o Universo, os axiões e os buracos negros primordiais, pode gerar algumas das mais luminosas explosões no Universo”.

    Os buracos negros primordiais foram originalmente postulados por Hawking, em 1971, tendo-se formado pouco após o Big Bang no seguimento do colapso gravitacional de regiões de densidade extremamente elevada.

    “Estes buracos negros poderão ser bem mais pequenos e leves que os buracos negros conhecidos, com massa superior à do Sol. Se estes buracos negros forem produzidos em número suficientemente grande no Universo primordial, poderão também explicar uma fração significativa da matéria escura, ainda que provavelmente não a expliquem na sua totalidade”, descreve.

    Quando dois destes buracos negros se encontram, sublinha o investigador do Departamento de Física, “formam um sistema binário e acabam por colidir e formar um novo buraco negro, mais pesado e tipicamente a rodar rapidamente sobre si próprio”.

    Se os axiões existirem e forem suficientemente leves, podem levar a que este novo buraco negro em rotação se torne instável. “Esta instabilidade superradiante, como é conhecida, força o buraco negro a reduzir a sua velocidade de rotação através da produção de axiões na sua vizinhança, sob a forma de uma densa nuvem de axiões em torno do buraco negro, aproximadamente com a forma de um ‘donut’”, aponta.

     

    Portas abertas para estudar a matéria escura

    “Apesar de esta instabilidade ter sido prevista teoricamente há mais de quatro décadas, até agora ninguém tinha tido em conta o facto de os axiões serem eles próprios partículas instáveis, podendo decair [transformar-se] em pares de fotões [constituintes elementares da luz].

    Ainda que a probabilidade de este decaimento ocorrer de forma espontânea seja diminuta, tal que um axião tem uma vida média superior à idade do Universo, o decaimento de um axião poderá ser estimulado pela passagem de um fotão”, descreve o investigador.

    Cada um dos fotões resultantes deste decaimento poderá assim encontrar um novo axião ao viajar no interior da nuvem de axiões e estimular o seu decaimento, produzindo dois novos fotões que poderão, por sua vez, estimular o decaimento de mais axiões, e assim sucessivamente. Este ‘efeito dominó’, compara, “é muito semelhante ao que acontece num laser típico, levando à produção de um número muito elevado de fotões”.

    João Rosa mostrou neste trabalho que as nuvens de axiões formadas em torno de pequenos buracos negros primordiais poderão ser tão densas que bastará um pequeno número de fotões para estimular o decaimento de um número elevadíssimo de axiões, produzindo um laser extremamente potente e luminoso.

    “Chamámos a este novo fenómeno um “BLAST” [do acrónimo inglês para Black hole Laser powered by Axion SuperradianT instabilities] devido à sua natureza explosiva, uma vez que uma nuvem de axiões pode atingir uma grande luminosidade em muito pouco tempo, ao fim do qual deixa de conseguir suportar o fortíssimo campo electromagnético gerado pelo laser no seu interior e o laser ‘desliga-se’”.

    “A nossa análise revelou também algo bastante surpreendente, que os BLASTs podem já ter sido observados. Para que os axiões expliquem naturalmente a maior parte da matéria escura no Universo, a sua massa deverá ser cerca de cinquenta mil milhões de vezes inferior à do eletrão. Neste caso, previmos que os BLASTs corresponderão a explosões electromagnéticas na gama do rádio, com frequências da ordem dos GHz e duração de apenas alguns milisegundos, brilhando neste curto período como cerca de mil milhões de sóis”, aponta o trabalho.

    Cerca de trinta explosões deste género, conhecidas como FRB foram observadas por telescópios na última década e, apesar das muitas teorias propostas para as explicar, a sua origem permanece desconhecida.

    “Os nossos resultados sugerem assim que estas potentes explosões celestiais possam ter origem na própria matéria escura, sob a forma de axiões e buracos negros primordiais”, congratula-se João Rosa.

    Isto poderá, desta forma, “constituir um novo laboratório astrofísico para testar a natureza da matéria escura, o seu papel na física de partículas elementares e também as condições extremas no Universo logo após o Big Bang”.

    Texto e foto: UA

     

    Categoria: 



  • Aveioro: BE apresenta proposta para limitar horários das grandes superfícies.
    Ter, 19/06/2018 - 11:35

    A Assembleia Municipal de Aveiro debate na próxima sexta a ideia para o Rossio mas os trabalhos incluem ainda o debate sobre a atividade municipal e uma proposta do BE sobre o encerramento de grandes superfícies comerciais aos domingos e feriados à tarde.

    Em debate o direito à conciliação da vida familiar com a vida profissional e o fim da precariedade laboral, nomeadamente do banco de horas. Proposta que surge no momento em que Governo, patrões e UGT assinaram um acordo sobre a legislação laboral.

    Três confederações patronais e uma central sindical formalizaram o acordo em defesa das alterações ao código laboral mas a CGTP ficou de fora. Para o Ministro do Trabalho, Vieira da Silva, esta legislação vai dar "maior estabilidade, menor precariedade e percursos profissionais mais sólidos e consistentes".

    Com este acordo o limite dos contratos a prazo vai passar para dois anos, alarga-se para seis meses o período experimental para os trabalhadores à procura do primeiro emprego e para os desempregados de longa duração, extingue-se o banco de horas individual e é introduzida uma taxa adicional à TSU para penalizar as empresas que exagerem da contratação a termo.

    Os termos deste acordo serão votados a 6 de Julho no Parlamento.

    A proposta do Bloco colocada na agenda da AM de Aveiro recomenda que “os estabelecimentos de comércio a retalho, alimentar ou não alimentar, que disponham de uma área de venda contínua igual ou superior a 2.000 m² encerrem todo o dia aos domingos e a 1 de maio e encerrem a partir das 13h00 nos restantes feriados”.

    Até 2010 as grandes superfícies encerravam ao domingo e feriados, entre os meses de janeiro a outubro, a partir das 13 horas. No entanto, a partir daí, os municípios passaram a ser os responsáveis pelo pelo alargamento ou restrição dos limites de horário.

    “O alargamento do horário não foi feito com a contratação de mais trabalhadores, mas sim através da flexibilidade, banco de horas, precarização e a perda de dias fixos de descanso. O alargamento do horário afeta igualmente o comércio tradicional e os respetivos postos de trabalho”. 

     

    Tópicos: 

    Categoria: 



Font changer Font changer Font changer

Notícias

Concelhos

Publicite Aqui

Webfeel